Conheça o Cactus

Os cactos são nativos das Américas, pertencentes à família Cactaceae.

Existem em vários formatos e tamanhos e estão adaptados a ambientes extremamente quentes e áridos.

Possuem aproximadamente 84 gêneros e umas 1.400 espécies nativas das Américas. Em geral esse tipo de planta é usada para fins ornamentais, mas também pode ser utilizada na agronomia.

Os espinhos são as folhas que no processo de evolução diminuíram. Sua função é a de realizar a respiração da planta e também ajudar a evitar grande perda de água, além de ajudar na proteção contra predadores.

Essas plantas são um ótimo exemplo de adaptação ao ambiente extremo, o caule do Cacto se expandiu em estruturas suculentas verdes e perenes para conseguir conter a clorofila que é necessária para a vida.

Os espinhos são as folhas que no processo de evolução se reduziram, a principal função deles é realizar a respiração da planta. Também são essenciais para a produção de energia e transpiração do Cacto. Os espinhos ajudam a evitar a grande perda de água, um dos motivos que torna essa planta capaz de armazenar o líquido da vida.

No Brasil, os cactos são encontrados nas restingas da mata atlântica, no cerrado e na caatinga. Como resistem bem a ambientes estressantes, com falta de água e altas temperaturas, exigem pouca manutenção, rega e fertilização e são muito usadas como plantas ornamentais nas grandes cidades, pois possuem formas e cores exuberantes e lindas flores.

A maioria das cactáceas apresenta crescimento muito lento e espinhos que não são venenosos, mas podem machucar.

Segundo o Prof. Dr. Roberto Jun Takane, autor do livro “Cultivo Técnico de Cactos e Suculentas Ornamentais” e coordenadorprimavera garden cactus (36) da produção de cactos ornamentais por uma comunidade no Ceará (projeto Tejucactos), todos os cactos são plantas suculentas, porque em alguma parte de seu corpo reservam água para sobreviver. “A parte suculenta pode ser a folha, o caule, o rizoma ou a raiz, ou seja, todos os cactos são suculentas, mas nem todas as suculentas são cactos”, explica.
Mesmo que reservem água e sejam resistentes ao calor, os cactos como qualquer outro ser vivo não podem ficar sem água. Em casa, geralmente, as cactáceas devem ser regadas uma vez por semana ou a cada quinze dias. “Todavia, vasos internos podem precisar de água apenas uma vez por mês”, afirma Piekarski. A periodicidade depende do tamanho do vegetal, mas para não errar, a melhor e mais eficaz maneira de verificar a necessidade de rega é sentindo o substrato: se a terra estiver muito seca é hora de molhar.

 

© Primavera Garden Center | Um Garden Center cercado de charme
EnglishFrenchGermanItalianSpanish
WhatsApp chat